CONTO – POR MAL

voodoo

Lembro de ter pesquisado isso na internet. A maioria dos sites diziam que era apenas uma história e que não dava certo. Tive de buscar dentro da DeepWeb para receber o passo-a-passo de como fazer. O site dizia para eu preencher meus dados e enviaram para mim um contrato na qual eu deveria assinar com sangue. Acabei vendendo minha alma.

Eu estava desesperado pelo amor dela. Tentei de tudo: cartas, declarações de amor e surpresas, mas tudo que recebi em troca foram chacotas, tanto dela quanto de seus amigos idiotas. Já que ela não quis ser minha por bem, foi por mal.

Após eu assinar o contrato, as pessoas do site enviaram-me uma caixa com os materiais necessários para criar a boneca dela. Comecei pelo rosto. Costurei barbantes negros na parte onde seria a cabeça da minha amada, como se fossem seus lindos fios de cabelo. Nos olhos, pintei de um tom verde e os seus lábios desenhei com todo o cuidado, tentando representar a perfeição que realmente eles eram. Terminei minha boneca de voodoo em três horas, e ela funcionou.

Enquanto estou aqui sentado minha amada está ajoelhada, com aquela linda boca no meu pau. Cada vez que ela se recusa a atender aos meus desejos eu espeto, jogo longe ou torço a boneca, causando-lhe muita dor, a fim de mostrar que eu mando nela. Se não foi por bem, foi por mal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s